quarta-feira, 14 de março de 2012

Os Guerreios da Árvore Negra.


Eu estava arrumando minha bagunça e achei meus desenhos antigos dentro de um plásico. Esses personagens já tem uns 13 anos. A história se chama "Os Guerreiros da Árvore Negra" e eu criei tudo depois de um sonho que tive. Publiquei o primeiro capítulo no meu fanzine chamado "Tokubetsu Mangá de aventura e ficção". Na verdade, é um shounen e conta a história de quatro guerreiros escolhidos pela Árvore Negra. Essa árvore é uma entidade que quer se vingar da humanidade pois se cansou de ver a natureza sendo destruída. Ela se ergue e lança o pólem das flores negras transformando todas as mulheres do mundo em árvore. Dessa forma os homens caminham para a estinção lentamente. Tudo é tomado pelas raízes negras e os homens não podem mais usar nada que polua o mundo como automáveis e energia nuclear. O mundo regride em alguns aspectos, mas a árvore negra permite que haja desafios entre os homens e seus guerreiros. Quem conseguir matar os guerreiros numa luta conseguirá ter as mulheres do mundo de volta. Entretanto, os guerreiros têm poderes e os humanos não. Isso torna as lutas totalmente injustas, claro. Os homens descobrem que existe uma lei no universo, a natureza possui dois lados que se comprementam, o lado masulino e o feminino. Sem a junção de ambos o universo praticamente não existiria. Bom, os humanos tetam lutar e sempre se dão mal. Os guerreiros são quatro homens, Imperatru- guerreiro da terra, MatrusGar-guerreiro líder do fogo, Maussatri- guerreiro do ar e Silus Dankar- guerreiro da água. Imperatru é o mais problemático dos quatro, ele é escolhido para ser guerreiro pois era amigo de MatrusGar. Entretanto, Imperatru não concorda muito com os ideias da Árvore Negra. Mas MatrusGar não é muito bem intensionado e mente que a Árvore Negra vai devolver as mulheres quando os humanos se arrependerem e cuidaem da natureza e ainda aceitarem tratar as mulheres como seres sagrados da vida. Nisso tudo, ninguém imagina, mas duas mulheres são imunes ao pólem das flores negras. Elas são Rubi e Vonda que possui poderes de vidência. As duas passam dois anos escondidas com a ajude de Lay, amigo de infância de Rubi. Um dia Rubi decide enfretar a Árvore Negra e parte pra luta. Na verdade, elas não lutam pois sabem que vencer os guerreiros é impossível. Elas se infiltram na seita da seiva negra que é uma seita criada para a adoração da Árvore Negra, pois alguns acreditam que a Árvore Negra está certa e com devoção ela perdoará a humanidade. Bom, Rubi e Vonda conseguem se disfarçar de homens, claro ( tipo clichê, né?) Mas é isso, aí elas descobrem muita coisa que podem ajudar a derrotar os guerreiros negros. 

A história é basicamente essa, é ambientalizada num Brasil mais caótico que hoje e tudo acontece na grande metrópole Amazônia. Essa história não tem um final definido, mas eu acho que dá pra usar. Na verdade, acho que e encaixa no tema fantasia do concurso Imaginarium da editora Draco. O que vôces acham? Claro que estou sambando aqui para fazer um começo de vinte páginas, pois não sei quem inventou que fantasia dá pra desenhar em tão pouca página. Mas são as regras, né? Se eu for escolhida publicarei a série toda com a Draco. Sei lá, vou tentar apesar de nunca levar a boa nos concursos. O concurso deles é aberto a todo tipo de quadrinho contanto que siga os tema de Fantasia, ficção ou terror. Quem quiser participar ainda dá tempo, entra no blog do futago pra saber mais do concurso. ^^ Boa sorte.

PS: Genki desu, Shirubana.

14 comentários:

Takamura disse...

Nossa Shiru-Chan, como eu gostaria de ler esta história, e eu me lembro bem desse fanzine, foi através dele que conheci vocês^-^...

Te adoro Shiru-Chan, boa sorte!!^-^

Antonio Alan_Mangaká disse...

Amei! Acho que vou participar desse concurso também, enquanto não sai o resultado do concurso da Ação Magazine! Será que eles aceitariam uma fantasia Ecchi? rsrs xD

(Ps: Nem lembro se já comentei aqui no seu blog, mas eu já cheguei a conversar com soni-sensei até por msn, caso ela não tenha falo de mim! xD)

Boa sorte sensei! ^^

shirubana disse...

Verdade, Takamura.Tenho muita saudade daquela época, fiz muitos amigos como vc que estimo até hoje.
Ah! Alan, acho que vc devia mandar seu Ecchi sim, não custa tentar. Boa sorte!!

Lucy Himeno disse...

AAAAH! nao da tempo fazer 20 páginas do meu mangá, já que quem escrevia o roteiro da parte de dialogo(faço a historia, mas os dialogos...eu enrolo muito se for fazer xD)começou a trabalhar e nem me deu sequer um cap. completo! fora que nem tenho photoshop ainda pra ajeitar direito...-.-

Estou muito feliz, fui no correio depois da escola pegar as penas, só consegui lá pras 3:40, mas sobrevivi xD
Estou tendo problemas pra usar no entanto ¬¬
não sei se é o papel ou a tinta, mas não faz mais linhas finas! Só fez assim que usei, mas pouco depois começou a rasgar o papel, e só faz linhas grossas agora! O.Ó
Tinha um adesivo no envelope, arigatou! ^.^
Quero ler essa sua historia viu? voces ainda tem algum mangá na internet?

shirubana disse...

Oi Lucy-chan!!

Os diálogos são mesmo difíceis, além dos personagens terem que falar com naturalidade, eles precisam passar a personalidade de cada um. Também tem que conter sempre coisas relevantes. No quadrinho não pode jogar conversa fora. Tudo tem que ser importante e fazer o leitor entender os sentimentos dos personagens e a história. Eu tô me aprimorando nisso também.^^
Bom, quanto a pena. Já tive esse problema, mas descobri que era por causa do clima. Parece loucura, mas se o tempo estiver úmido demais as folhas ficam molhadas e a tinta escorre deixando o traço grosso. Pior, rasga a folha. O ideal é usar folhas com a gramatura 90 e não 75.
Caso não seja isso, pode ser o nanquim, compra outro de marca diferente. Ah! A pena não precisa lavar, para limpar basta passar papel absorvente como guardanapo ou papel higiênico. Geralmente quando a tinta seca ela começa a ficar com traço grosso, limpe e retorne ao desenho.^^
Espero que ajude. O ideal também é fazer o traço rapidamente com a pena G. Quanto mais rápido, mais perfeito fica o traço.

No momento só tem os mangás na nossa loja e nenhum mangá on line pra ler.
Beijosss

Onçana disse...

Hey,eu tenho a xerox de um desse personagens guardadinha aqui!
Amo muito!!
OMG,sua história me empolgou! Se meu projeto já estivesse andando a toda força eu contratava!Mas enquanto não dá eu vou torcer muito por vc!!

Lucy Himeno disse...

E agora, essa cidade é muito fria(garanhuns), mesmo sendo nordeste!!! o_Ó (mas eu amo frio ^^)
E o nankin foi uma agonia pra encontrar e só achei acrilex, numa livraria bem pequena que nunca tinha preto(só verde ou vermelho), e faz uns 2 anos que comprei(nao tinha com o que usar xd).
Ah, mas acho que descobri que o problema é que a nankin é de bisnaga e eu tava colocando na pena ao inves de mergulhar a ponta num potinho, então tentarei conseguir um pote vazio de tinta com a sogra que pinta pano de prato ^^. comecei também a reler as dicas das apostilas de curso de mangá para como usar penas. Nessa cidade pequena, demorei 3 anos pra achar uma lapiseira No.3(comprei em janeiro)!
Se eu só limpar a pena e não lavar depois, a tinta não a fará enferrujar?
PS:pensei em me inscrever com outro mangá que é meu namorado que escreve, mas não achei o site do concurso de jeito nenhum! O_Ó T^T
Tá, sei que não vai dar informações Shiru-chan...¬¬ xd

shirubana disse...

Obrigada, Onçana.^^ Tô torcendo pro seu projeto dar certo.^^

Ah! Lucy, vai no blog do futago
www.futagoestudio.blogspot.com, lá tem o endereço certinho do concurso. Vc não achou porque eu coloquei o nome errado...gomem.°-°'

Eu também já passei por isso, antes aqui na minha city só tinha uma papelaria. Graças a Kamisama a city evoluiu. Mesmo assim, algumas coisas só comprando do Japão, não adianta.
Eu espero que dê tempo de vc participar do concurso. Boa sorte!^^

sAkUrA cArD cApToRs disse...

elindos. Tem notícias sobre o editor ou sobre a reunião que ele teve? Acabou dando em que? bjs^^

shirubana disse...

Pois é, Sakura. O editor disse que não deu certo o acordo com a distribuidora, mas ia ver a outra.
Queríamos conversar, porém ele disse que ia me ligar, mas já faz duas semanas. Tô sem saber a decisão dele e o que aconteceu com a outra distribuidora.

Lucy Himeno disse...

E eu desisti de participar, rs.
Nossa, eu quero mesmo ver vitral de novo... e sobre minha historia principal mesmo...
A história em que eu trabalhei por mais de um ano não foi criada por mim, basicamente, mas eu quando a recebi tinha apenas 3 personagens e a unica coisa que a pessoa que inventou disse foi "esses dois são anjos. iam matar essa mina, apaixonaram, e decidiram proteger". A partir daí, eu dei um rumo a essa história, titulo, criei histórias paralelas, varios personagens secundarios, mas com seus momentos de protagonista, me esforcei para desenhar. a pessoa que criou? não fez nada da historia, apenas ouvia o que eu inventava, em um ano e meio, essa pessoa escreveu uma pagina e meia de caderno, que nao deu nem um capitulo. Ai, de repente, essa pessoa vem dizer que eu sou egoista, que se não fosse ele essa historia nunca teria existido, que ELE que tem o direito sobre a historia e eu direito nenhum. Então não quero mais saber, decidi abandonar, essa foi praticamente uma criação minha e pra que? para ser chamada de egoista que não tem direito nenhum?
Só queria saber como faz para registrar algo no cartorio, de direitos autorais, porque vou dar o nome do titulo que criei ao meu "estudio" quando eu tiver um e usar os personagens que criei e suas historias para fazer uma historia só com eles, excluindo aquela original, "que nao é minha". pretendo fazer one-shots só para melhorar o traço e depois eu vou fazer a segunda historia, a do meu namo, fiz a primeira página até. Mas de algo eu tenho certeza, quero distancia de pessoas falsas como essa.

shirubana disse...

É uma pena isso que aconteceu com sua parceria. Antes de começar a parceria é bom conversar sobre quem realmente é dono do que pra evitar esse tipo de coisa.
Acredito que vc tem direito sim como Coautora e roteirista. O roteiro vc pode registrar pois foi vc quem escreveu. O autor registra como argumento.
Se ele criou algum personagem, ele tem direito sobre eles até mesmo o designe. Mas se foi vc quem criou o designe dos personagens, esse designe é seu por direito. Vc pode vender o desenho pra ele pelo preço que vc quiser.
Mas se ele não tem como provar que a ideia foi dele e que ele criou personagens vc pode registrar como seu e ele tá ferrado. Mas vcs podem entrar num acordo de coautoria pra não perder o projeto.
Vc pode registrar na Biblioteca nacional, é só baixar a ficha no site deles, preencher e pagar uma taxa no banco.

Registrando um domínio de site na internet vc já está registrando o nome do estúdio, é mais barato que registrar oficialmente. O site vale como registro, desde que esteja com seu nome e CPF.

Mas eu aconselho vc a não fazer parceria. Cobre pelo trabalho e só trabalhe com gente que entende de direitos autorais.
Leia o "Guia de ilustradores" e vc vai entender muito sobre os direitos autorais.^^

Espero ter ajudado.

Lucy Himeno disse...

Muito obrigada mesmo por seu conselho Shiru-chan, vou sim fazer isso, mas tô pensando seriamente se o ferro ou não. Ele desenha mal, eu que fiz o desing também ¬¬"
Não sei como fazer um site, aiai...Serve blog não? ^^"
Vou dar umas pesquisadas aqui, pra registrar logo minhas histórias...
E vou procurar o guia também.
Muito obrigada mesmo ^^

Dom disse...

pow me add aew por faavor...
Dom.1995@hotmail.com